Agilidade no Basquete







Com 2,31 m, romeno de 17 anos sonha em jogar basquete profissional ...

Treino é algo que não pode ser pensado sem o conceito de desporto e que não tem significado se não for treino para uma atividade. Quer individual, quer coletivamente, através do treino tenta-se alcançar índices de melhor rendimento. Além disso, é indispensável que aconteça uma actividade anterior (o treino) para que as pessoas possam estar melhor numa determinada actividade (por exemplo, o basquetebol). Contudo, não basta treinar diariamente para atingir altos níveis de rendimento, mas sim treinar com critério, ou seja, a quantidade é necessária mas deve ser complementada com a qualidade. Verifica-se então que os objetivos do treino devem centrar-se no desenvolvimento de aptidões funcionais dos sujeitos, tendo em vista o alcance de níveis de rendimento elevado.

A performance em basquetebol tem sido associada não só às habilidades técnicas adequadamente utilizadas nas diferentes situações táticas de jogo, mas também aos aspectos da força, da velocidade, da agilidade e da capacidade de resistir ao esforço intermitente e continuado no tempo

O jogo de basquetebol requer uma série de capacidades físicas, técnicas, mentais e táticas. A capacidade física exerce efeitos marcantes no nível de habilidade dos jogadores e também na tática da equipe porque o jogo de basquetebol demanda a repetição máxima de movimentos como as corridas e os saltos. Portanto, os jogadores devem ter a habilidade para executar movimentos rápidos e potentes, e capacidades aeróbia e anaeróbia para que possam realizar manobras ofensivas e defensivas prolongadas. Tais habilidades são importantes para que o jogador possa realizar uma boa performance e vencer a partida.

O basquetebol, entre outras capacidades coordenativas e condicionais assenta na agilidade. Aliás, um aumento dos níveis de agilidade é um dos objetivos principais de um programa geral de condicionamento em basquetebol. A agilidade aplicada ao basquetebol é definida como a capacidade de rapidamente mudar de direção e pode ser dividida em geral e específica. A melhor forma de melhorar a agilidade é continuar a prática correta de padrões de movimento específicos. 

Quanto mais ágil um jogador for, melhor a chance que ele tem de ser bem sucedido dentro de quadra. Para que você potencialize essas habilidades múltiplas, é importante trabalhar a velocidade e a agilidade, utilizando ao mesmo tempo atributos como passe, drible, corte ou arremesso. Executar o trabalho com a escada de agilidade fornece, além do footwork (trabalho de pés), a agilidade e a velocidade, tornando assim o jogador mais completo e eficiente nos fundamentos exigidos pelo esporte.

Publicado em 09/05/09 e revisado em 26/04/20




Dicas para Profissionais:
  • Atividades para aplicação imediata em aulas

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

    Comente: