Hoquei sobre o patins





O hóquei em patins, ou hóquei sobre patins, é um desporto colectivo de interior, em que os atletas rolam sobre patins e usam um stick para conduzir uma bola que tentam introduzir na baliza adversária.

O hóquei em patins tradicional é jogado por cinco jogadores, quatro em campo e um guarda-redes. Neste desporto é utilizado o seguinte equipamento: Patins (compostos por quatro rodas cada patim, travão, chassi e bota), setique e bola. Como equipamento de proteção utiliza-se caneleiras, joelheiras, luvas, coquilha e no caso dos guarda, proteção de coxa e mascara para a cabeça.



O Organismo máximo para esta modalidade a nível mundial é o CIRH (Comite Internacional de Hóquei em Patins), enquanto que a nível europeu temos CERH (Comité Europeu), responsável por todas as provas existentes no continente europeu e o CSP (Comité Sul Americano), responsável pelas provas no continente Sul Americanos.As principais provas a nível de selecções masculinas e femininas são o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins e Campeonato Europeu de Hóquei em Patins.

  

História Geral do Hóquei em Patins

As origens do hóquei são muito antigas. Foi encontrado um baixo-relevo egípcio, que mostra um grupo de crianças batendo uma bola com um bastão muito grosso. Em Atenas também foi encontrado um baixo-relevo da civilização clássica grega, que representa vários jogadores em posição de jogar uma bola e empunhando aléus (setiques). Em França, nos fins da Idade Média, o jogo era conhecido por Crosse e por vezes chamavam-lhe Hoquet, que, possivelmente, deu origem em inglês a Hockey. Outros autores defendem que o Hóquei (de rodas e de gelo) constitui uma derivante do jogo Bandy, cujo termo em Inglês designa cajado e que era praticado pelos Índios Americanos. E se o hóquei remonta à Antiguidade Pré Clássica, a patinagem (deslizar em rodas) tem o seu aparecimento, segundo a existência de diversas gravuras, no início do século XII. A divulgação do primeiro patim de rodas é atribuída ao belga Joseph Merlin, mas foi a partir do jogo elástico do americano James Plympton (1850) que se deu a grande expansão da patinagem. Em Inglaterra começou a ser praticada em 1877. Mas de uma forma competitiva e organizada, só em 1905. Em 1949 passou a chamar-se Roller Hockhey. A Inglaterra venceu o primeiro campeonato da Europa (1926) e do mundo (1936). Foi a partir da segunda guerra mundial que Portugal e Espanha passaram a dominar o hóquei patinado europeu. Em 1947 Portugal venceu os terceiros campeonatos da Europa, realizados em Lisboa. A partir daí a população portuguesa ficou definitivamente conquistada por este bonito e emocionante desporto, o qual passou a ser unanimemente considerado modalidade nacional.

    

Actualmente é praticada em cerca de 60 países e tem como principais potencias Portugal, Espanha, Itália e Argentina, estando a crescer em países como França, Suíça, Brasil, Angola, Moçambique, Estados Unidos e China através da antiga província Portuguesa, Macau. É de esperar que num futuro bem próximo a modalidade cresça ainda mais tanto em termos masculinos como femininos de forma a poder fazer parte de novo nos Jogos Olímpicos como já aconteceu em 1992 em Barcelona, onde não conseguiu conquistar os responsáveis para que se transformasse em modalidade olímpica. Portugal, Espanha, Inglaterra, Itália e Argentina são actualmente os países que detêm mais títulos europeus e mundiais no seu historial.



Comente: