Homenagem a Andy Irons no Havaí




Dentro de uma canoa, Lyndie Irons, grávida de oito meses. Bruce, o irmão caçula, era quem remava. Eles iam à frente, comandando os surfistas - familiares e amigos - até o centro da praia de Hanalei para jogar ao mar as cinzas de Andy Irons, tricampeão mundial, morto no dia 2. Centenas de pessoas participaram do tributo, na Ilha de Kauai, onde o surfista morava. Um helicóptero sobrevoou o local, jogando flores.

Tributo a Andy Irons no HavaíTributo a Andy Irons, no Havaí (Foto: Reprodução)

Andy Irons morreu, supostamente, em consequência da dengue. Ele teria sido picado pelo mosquito da dengue em Portugal, etapa do Circuito Mundial que antecedeu a de Porto Rico. Chegou ao Caribe doente e não chegou a competir. Foi analisado por um médico, que o recomendou a ir a um hospital. O surfista, porém, decidiu voltar para o Havaí. Ao chegar a Dallas, foi impedido de embarcar por estar doente. No dia seguinte, foi encontrado morto, em um quarto de hotel localizado no aeroporto.

Fonte: Globo.com



Comente: