Ídolos do Esporte #23 Hugo Hoyama





Essa coluna, essa semana, será em homenagem ao meu sobrinho, que é apaixonado por Tênis de Mesa.  Por isso, escolhi o melhor mesatenista que o Brasil já teve.


Hugo Hoyama (São Bernardo do Campo, 9 de maio de 1969) é um mesatenista brasileiro que começou a praticar o tênis de mesa com sete anos de idade, no Palestra de São Bernardo, clube de sua cidade. Em 1985 fez um estágio de nove meses no Japão, treinando na Universidade Nihon Daigaku. Na volta, aos 17 anos de idade, foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira adulta.

Após a estada no Japão, foi para a Suécia, onde jogou no clube Ranas BTK de 1992 a 1994; na Bélgica, no clube Pantheon Royal Smash e, em 1996, voltou à Suécia, jogando no clube Falkenberg.

Participou das Olimpíadas de Barcelona/1992; Olimpíadas de Atlanta/1996, onde obteve o 9º lugar na prova de simples; Olimpíadas de Sydney/2000, onde foi eliminado na terceira rodada em simples e na segunda em duplas; e Olimpíadas de Atenas/2004.

No ano de 2007, nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, Hugo Hoyama, juntamente com Gustavo Tsuboi e Thiago Monteiro, foi campeão por equipes natênis de mesa masculino, conquistando assim sua nona medalha de ouro, batendo o recorde brasileiro de medalhas de ouro em jogos Pan-americanos, que pertencia a Gustavo Borges (8 medalhas), nadador já aposentado.

     

Conquistas

2005 - Campeão paulista adulto
2004 - Campeão mundial de equipes da segunda divisão

Jogos Olímpicos

1996 - Atlanta - 9° Lugar (vitória sobre o campeão mundial Jorgen Persson, da Suécia)

Jogos Pan-americanos

2007 - Campeão por equipes
1991/1995 - Bi-campeão individual
1991/1995 Tri-campeão duplas (com Cláudio Kano)
1995 - 3° lugar duplas mistas
1987/1991 - 1995 - Tri-campeão por equipes
1999 - Medalha de Bronze por equipes em Winnipeg
1987 - Medalha de Prata em Indianápolis

Campeonato Latino-americano

1988/1992/1994/1996/2000/2002 - Hexa-campeão

Liga Belga

1992/1993 e 1993/1994 - Vice-campeão por equipes

Copa do Mundo

1996 - 13° Lugar

Torneios abertos

5° lugar - Japão (1996), Polônia (1993), China (1996)
3° lugar - Brasil (1992, 1995)
2° lugar - Brasil (1993)
5º lugar - Brasil (2000 e 2001)

Campeonatos Sul-americanos

Campeão nas categorias: infantil (1983), juvenil (1987)
Bi-campeão adulto 1998 e 2000

Com a ajuda da Wikipédia



Comente: