Formação técnica e psicológica de um goleiro




http://www.copa2014.gov.br/sites/default/files/451742770.jpg

O futebol é a modalidade desportiva de maior impacto na sociedade, sendo resultado da sua popularidade e da sua universalidade, portanto a literatura do futebol deixa a desejar tanto no nível de bibliografia com também de estudos de investigação aplicada e quando temos, há um "abismo" entre a realidade do jogo e a sua lógica, pois, na maioria das vezes, o treinador visa apenas à parte técnica e deixa a desejar o fator primordial, que é o fator psicológico.

Conheça o curso online de Psicologia do Esporte

Delimitando-se a um problema e isolando-o dos demais, iremos debater apenas sobre os goleiros, pois com a evolução das regras do jogo, suas responsabilidades tem sofrido muitas alterações que os treinadores ainda não observaram tais mudanças.
A preparação dos goleiros deve englobar táticas com e sem o restante da equipe, quando a estratégias e fases e deve-se considerar os seguintes aspectos:

Físico
Técnico
Tático
Psicológico.

O quarto quisito, é de total responsabilidade de um profissional da área, o psicólogo do esporte, que o preparadores de goleiros ainda não estão dando a atenção devida para a questão.
A formção específica realça a importância do goleiro em uma equipe e é conduzida para a caracterização:

do goleiro no futebol moderno
das diferenças entre exercícios específicos e especialização precoce
do treino com jovens
da intervenção do treinador
da importância da psicologia para o goleiro

A psicologia do esporte poderá ajudar na formação do goleiro do futebol moderno com exercícios específicos inerente ao processo da sua formação de modo a assegurar:

uma eficiência máxima
o mínimo disperdício de energia
uma recuperação rápida

O goleiro é um atleta que precisa de uma preparação psicológica diferenciada, pois um erro pode significar perdas irreversíveis, pessoais e coletivas, elevando o grau de responsabilidade a esse profissional específico do futebol. É uma posição muito estratégica para o rendimento de um time e requer cuidados específicos. Quando um goleiro faz boas defesas, só cumpre seu papel. Quando erra, a cobrança é maior do que para outros jogadores, pois, afinal só há dois responsáveis pela derrota de uma equipe, o goleiro e o árbitro.

A concetração e o controle emocional deve ser o fator psicológico exaustivamente trabalhado com um goleiro para não deixar ter pensamentos soltos, pois como tem uma visao privilegiada do jogo, deve controlar não apenas a si, mas também os ânimos exaultados de sua equipe, para que não haja consequência futura, em um momento de descontrole poderá colocar todo trabalho a perder. Alguns dos erros mais comuns do goleiro, poderão serem resolvidos por um profissional capacitado, o psicólogo do esporte.

TRABALHE O SEU GOLEIRO!

Mauro Viana é árbitro de futebol e especialista em Psicologia Esportiva. Autor do blog Esporte é Saúde - http://professormauroviana.blogspot.com/

Comente: