Função e defesas de um goleiro de Handebol




    Várias são as modalidades esportivas onde encontramos a posição de goleiro (futebol, futsal, beach soccer, handebol, polo-aquático, entre outras), em todas elas, atribui-se a ele grande responsabilidade no desempenho de sua equipe. Fernandes (1994, p.87), referindo-se ao futebol de campo, afirma: "toda grande equipe começa com um grande goleiro". Barela (1998, p.85) ilustra essa responsabilidade narrando um fato ocorrido no aeroporto de Roma, onde ao embarcar para uma viagem, o Papa João Paulo II encontrou com uma equipe de futebol e declarou a um repórter: "no céu também tem futebol, meu filho, e os santos mártires jogam no gol".

    No handebol não é diferente, Barela (1998), considera que 50% do rendimento de uma equipe é fruto do trabalho do seu goleiro. Mas infelizmente poucos estudos de caráter científico ao redor da posição têm sido desenvolvidos, dificultando a organização do treinamento e a preparação dos goleiros.

    A falta de conhecimento e incentivo sobre a posição acaba influenciando negativamente os iniciantes em optar pela função. Sendo este fato descrito por Bayer (1987), que traz resultados de uma pesquisa feita em território francês, onde os jovens se sentem pouco motivados a atuarem no gol, considerando este um posicionamento puramente defensivo que restringe a marcação de gols (primeiro objetivo do jogo), fazendo com que a maioria dos goleiros sejam descobertas por acaso, geralmente quando há falta de um responsável para jogar como goleiro.

    Sabendo da importância deste para equipe, é necessário que os professores ou treinadores da modalidade conheçam as principais características e ações do goleiro de handebol, para que seja possível estimular os jovens a ocupar esta posição, que é de grande relevância para o sucesso da equipe.

    Neste sentido, a presente pesquisa, pautada por uma pesquisa bibliográfica, visa delimitar o papel do goleiro de handebol dentro da equipe; abordando suas principais características físicas, motoras, técnicas, táticas e psicológicas.

O papel do goleiro de handebol dentro da equipe

    O goleiro de handebol representa primeiramente a última barreira defensiva, tendo suas defesas importância fundamental no sucesso de sua equipe. De acordo com Barela (1998), nos últimos campeonatos mundiais, os arremates tiveram a seguinte estatística: 37% foram convertidos, 32% foram para fora e 31% foram defendidos pelo goleiro. Mesmo de forma superficial, esses números demonstram a grande participação dos goleiros dentro das partidas. Essas informações não trazem ainda outras ações praticadas pelos goleiros, que podemos destacar como: postura, colocação e saídas de gol; que certamente influenciam no desenvolvimento do jogo e no seu resultado.

    Além do caráter defensivo, podemos atribuir ao goleiro outras funções relevantes, entre elas uma grande responsabilidade na orientação tática de sua equipe, pois o seu posicionamento em quadra lhe oferece visão privilegiada podendo de forma segura orientar seus companheiros tanto nas atitudes defensivas como também nas práticas ofensivas, sendo ele muitas vezes utilizado como capitão da equipe por apresentar grande liderança. Ainda podemos creditar ao goleiro grande importância nas ações ofensivas, considerado por muitos treinadores como o primeiro atacante, isto quando ele inicia os contra-ataques, dando ritmo inicial ao jogo. Podendo ser também o último atacante, quando sua equipe está inferiorizada numericamente ou marcada sob pressão, assim atuando fora da área, é um eficiente apoiador do seu ataque (BARELA, 1998).

Características dos goleiros de handebol

    Para que o atleta ocupante da posição de goleiro venha obter sucesso na realização de suas funções, é necessário que este tenha algumas características físicas, técnicas, táticas e psicológicas que se enquadrem nas especificidades e exigências das partidas, sendo que estas podem facilitar a otimização do desempenho, não podendo ser vistas como limitantes na escolha de jovens para a função. A ausência de algumas dessas aptidões pode ser compensada pelo desenvolvimento de outras capacidades. Exemplificando, podemos ilustrar um desenvolvimento do posicionamento em detrimento da velocidade de deslocamento, sendo que o desenvolvimento do primeiro resulta em uma maior facilidade na execução das defesas. Mas, quanto maior for o número de atributos presente no goleiro, maior será a sua chance na obtenção do sucesso perante as dificuldades impostas a ele no desenrolar da sua vida esportiva.

O goleiro não é apenas um jogador de defesa, mas um importante armador de contra-ataques.

O goleiro tem como principal função impedir que a bola entre pela baliza caracterizando assim o gol adversário. Para realizar tal função, como os jogadores de linha, os goleiros também necessitam de técnicas especiais de posicionamento e deslocamento assim como qualidades físicas específicas. Há algum tempo sua função dentro do jogo tem se estendido a iniciar ataques também.

No que se refere a posição dos braços: Pode ser de dois tipos. Posição em "W" ou em "V". As pernas ligeiramente afastadas (na linha dos quadris), joelhos com pequena flexão, braços estendidos acima da cabeça formando um "V" ou flexionados ao lado da cabeça formando um "W". Em ambas as posições as mãos devem estar voltadas para frente, em direção a bola.

Obs.: É importante que os pés não fiquem fixos no solo, pois para uma melhor movimentação, de maior velocidade, a manutenção dos pés em ponta deixa o goleiro em estado de alerta e apto a qualquer movimentação de pernas.

Defesas: Existem vários tipos de defesas. Mas as mais comuns durante os jogos são as defesas em "Y", em "X", embaixo e à meia-altura.

Goleiro do Handebol

A defesa em "Y" é quando o goleiro mantém uma perna de apoio no solo e lança a outra perna junto aos braços na direção da bola.

Goleiro do Handebol

A defesa em "X", comumente utilizada em lances onde o atacante está cara-a-cara com o goleiro. Este salta com os dois pés juntos afastando as pernas no ar fazendo o mesmo com os braços, formando a figura de um "X".

Goleiro do Handebol


Já a meia altura é feita saltando lateralmente com uma perna e lançando os braços em direção à bola.

Goleiro do Handebol

A defesa embaixo pode ser feita com as pernas afastadas, flexionando o joelho, posicionando uma das mãos ao lado da perna e a outra mão por entre as pernas e também pode ser realizada flexionando o tronco e juntando as pernas rapidamente, com os braços estendidos ao longo das pernas evitando com que a bola passe por entre as pernas.






Comente: