Voleibol sentado é uma alternativa para o atleta com deficiência





Além da superação natural que o esporte exige, é preciso muito espírito de equipe e habilidade para praticar voleibol sentado. Indicados para atletas de ambos os sexos portadores de deficiência física, o esporte é muito dinâmico e divertido.

E quem se dedica de verdade pode concorrer aos jogos paralímpicos. Formado por seis atletas, o objetivo dos times é passar a bola sobre a rede e fazê-la tocar o chão da quadra adversária.

Para conseguir o objetivo os atletas devem sempre manter a pélvis encostada no chão.

A altura da rede que tem 1,15m para homens e 1,05 para mulheres - e o tamanho da quadra (com 10m x 6m) fazem a competição mais rápida do que o voleibol tradicional.

Ganha o time que primeiro vencer três dos cinco sets que duram a partida.

Para ganhar um set é preciso atingir 25 pontos, com ao menos, dois pontos de vantagem. Já no quinto set, é necessário atingir 15 pontos, com a mesma regra de diferença.

Por Yasmin Barcellos


Comente: