Carasterísticas físicas do Squash





Squash como modalidade esportiva é classificado como Desporto complexo. Tal classificação deve-se ao fato de exigir de seus praticantes uma grande habilidade coordenativa, além de flexibilidade, resistência anaeróbia e força.
    Para que se possa compreender, planejar e orientar de uma maneira mais eficiente os atletas desta modalidade, primeiramente temos que entender quais são as capacidades físicas envolvidas e os aspectos metabólicos utilizados.
    Sabemos que atualmente existem cinco capacidades físicas básicas. São elas: força, resistência, flexibilidade, coordenação e velocidade. A compreensão e a forma como serão trabalhadas é o segredo para se obter o sucesso dentro da preparação física.

Capacidades Físicas Básicas

Resistência: Weineck (1990), em seu livro Treinamento Desportivo, definiu resistência como: "Resistência Psíquica" é a capacidade de um atleta de suportar um estímulo no seu limiar por um determinado período e a "Resistência Física" é a tolerância do organismo e de órgãos isolados ao cansaço.

Força: A força como capacidade física se relaciona com a capacidade de superação da resistência externa e de contra-ação a esta resistência, por meio dos esforços musculares (ZAKHAROV,1992).

Velocidade: A velocidade é a medida de quão rápido um atleta pode correr curtas distâncias (DINTIMAN, 1999).

Flexibilidade: Atualmente uma definição padrão entre a maioria dos autores é que flexibilidade pode ser definida como: "amplitude de movimento articular" podendo ser avaliada em cada articulação, ou grupo de articulações (MONTEIRO, 1998).

Coordenação: As capacidades coordenativas (sinônimo "habilidade") são capacidades determinadas sobretudo pelo processo de controle dos movimentos e devem ser regulamentados (Hirtz, 1981). Estas capacidades capacitam o atleta para ações motoras em situações previsíveis e imprevisíveis e para o rápido aprendizado e domínio de movimentos nos esportes.

Capacidades físicas específicas da modalidade

Mobilidade: Mobilidade pode ser entendida como uma interação entre agilidade e flexibilidade. É a capacidade de um indivíduo cobrir um espaço rapidamente, com um bom senso de coordenação e oportunidade.

Força de resistência: Capacidade de aplicar força em um movimento ou gesto, por diversas repetições sem ocasionar queda de rendimento (fadiga muscular).

Força reativa: É a capacidade para gerar força no salto imediatamente após uma aterrissagem (BOMPA, TUDOR O.).

Força de aceleração: Refere-se a capacidade para conquistar uma alta aceleração. Esta por sua vez, depende da força e da rapidez da contração muscular para levar os braços e pernas até a mais alta freqüência de movimentos.

Força de lançamento: Está relacionada à força aplicada contra um implemento, como a rebatida de uma bola no Squash.

Força de desaceleração: Tem como definição deslocar-se rapidamente e com constantes mudanças de direção. A mudança de direção é súbita e com mínima perda de velocidade.

Princípio da Especificidade

   Segundo este principio, "as atividades de treinamento para evento específico devem estressar os grupos musculares envolvidos, o sistema energético predominante e o tipo de atividade característica do evento" (NAHAS, 1991).
    A respeito deste princípio, a forma mais eficaz de treinar uma modalidade é praticar os movimentos da própria modalidade. O treinamento de Squash requer a combinação das capacidades físicas mencionadas anteriormente e devem ser treinadas de maneira semelhante a competição.
    O jogo de Squash é considerado um esporte altamente dinâmico, a bolinha atinge grandes velocidades ao longo da partida. Como o objetivo é fazer com que o adversário não consiga rebater a bola, cabe ao jogador utilizar meio técnicos como a finta, efeitos sobre a bolinha, mudanças constantes de direção e velocidade da bolinha, para dificultar ao máximo a jogada do adversário.
    Por haver tantas "variáveis" e situações adversas durante uma partida de Squash, todas as capacidades físicas específicas da modalidade devem ser trabalhadas da melhor maneira possível respeitando os princípios da periodização desportiva.

Fonte


Comente: