Skeleton e seus equipamentos




http://i1.r7.com/data/files/2C92/94A3/2635/777F/0126/4DF6/E13A/7FF6/eske450x338.jpg

Skeleton é um esporte olímpico de inverno criado na Suíça no final do século XIX e que fez parte das duas edições de Jogos Olímpicos de Inverno sediadas no país, em 1928 e 1948, antes de ser integrado ao programa dos Jogos a partir da edição de 2002.

A origem da modalidade está ligada à origem do bobsleigh, tanto que até hoje as duas modalidades são administradas pela mesma entidade, a Federação Internacional de Bobsleigh e de Tobogganing, criada em 1923. O skeleton começou a adquirir forma após a introdução, em 1892, de um novo tipo de trenó, feito de metal e mais adaptável ao formato do corpo humano.

As competições acontecem em uma pista de gelo, geralmente construída artificialmente, em que os pilotos descem deitados de bruços sobre o trenó, que não possui freios. Por questões de segurança, os atletas devem utilizar capacete, traje com mangas e calças longas e sapatos com pregos, para evitar escorregões durante a corrida de largada (os cinquenta primeiros metros da pista).

Todas as pistas homologadas pela FIBT estão localizadas no hemisfério norte. Além dos Jogos Olímpicos, as principais competições são o Campeonato Mundial da FIBT, realizado anualmente (exceto em anos olímpicos) e a Copa do Mundo, realizada em várias etapas (atualmente oito) em cidades diferentes. A quantidade de descidas que cada piloto faz pode variar de duas a quatro, de acordo com a importância do evento. Em todas, entretanto, o piloto que obtiver o menor tempo total é o vencedor.

O Equipamento

Sapatilha de Skeleton – tenis especifico com 500 mini-agulhas (pregos) para tração no gelo

 

Sapatilha-Skeleton

Capacete de Skeleton – o mesmo utilizado em paraquedismo

  Skeleton-capacete

Trenó - Skeleton

Velocidade máxima e Força G: 130 a 150 Km/h, atingindo 5 G’s Peso máximo do trenó: 35 kg (feminino) e 43 kg (masculino) Custo do trenó: R$ 7.000,00 reais Fabricação: Feito com fibra carbono-kevlar e aço

  Treno-Skeleton

Lâminas – Skeleton

Custo: R$ 2.000,00 reais por trenó – Cada trenó tem 2 laminas Fabricação: Feita de aço

  Lamina-Skeleton

A Pista de Gelo

Comprimento: entre 1.400 m e 1.500 m
Curvas: entre 15 e 19 curvas
Custo para construção da pista de gelo: R$ 100 milhões de reais

 

Pista-Skeleton

A Competição

Piloto: O(a) atleta corre 50 metros e desce de bruços (peito) no trenó . Essa distância é percorrida em menos de 5.5  segundos acelerando o trenó a 40 km/h Para correr no gelo em alta velocidade, o(a)s atletas utilizam sapatilhas especiais que possuem 500 agulhas que perfuram o gelo, dando tração e equilibrio aos atletas.

Chegada: Ao cruzar a linha de chegada o(a) atleta freia fazendo atrito no gelo com os pés e as mãos, diminuindo a velocidade do trenó gradativamente.

Tempo: Dependendo da pista uma descida dura entre 50 e 60 segundos. Os trenós chegam a 150 km/h.

Pontuação e Ranking: Os primeiros 30 atletas ganham pontos conforme tabela da Federação Internacional. No final da temporada o(a) atleta com o maior número de pontos acumulados,  é declarado(a) campeã(o) mundial.

 

Skeleton-Emilio-Largada-AC-LP-2005



Comente: