Sabendo mais sobre o Esgrima






Esgrima - O esporte mais antigo do Ocidente

A esgrima é considerada como o esporte mais antigo do Ocidente. Acredita-se que é na pré-história, quando o homem se utilizava de armas para ataque e defesa de animais, que é encontrada a origem da esgrima. Passada a fase da caça e da coleta, houve uma evolução nas armas, o que fez da luta com armas brancas um meio de combate, somente deixada a um segundo plano após a emergência das armas de fogo.

Foi na França do século XVII que surgiram as primeiras escolas de esgrima. Novos golpes foram criados e o ensino do combate era feito em pistas pintadas no chão. Além disso, nessa época abria-se a discussão sobre os instrumentos da luta: se o melhor era a espada, com seu golpe de ponta, ou o sabre, cujo golpe principal era o de corte. Conta-se que muitos testes – em forma de duelo – foram realizados para definir qual dos dois instrumentos seria o melhor, mas nenhum resultado foi atingido.

Logo após esse período, a esgrima começou a evoluir como modalidade esportiva. Surgiram equipamentos mais leves e menos perigosos, como o florete, além de outros equipamentos mais propícios à segurança: luvas, máscaras e coletes para os mestres. Além disso, com o intuito de evitar ferimentos durante os treinos, algumas convenções foram estabelecidas, como, por exemplo, duas pessoas não poderiam atacar ao mesmo tempo. No início do século XIX, os duelos foram extintos. O ferimento provocado pela espada, que antes era sinal de vitória, passou a ser substituído pelos sinais dados pelo árbitro. A introdução da esgrima nos Jogos Olímpicos se deu logo na sua primeira edição da era moderna: Atenas, 1896.

Oficialmente, a pista de esgrima apresenta as seguintes dimensões: 14 metros de comprimento, com recuo variando de 1,5 a 2 metros, que também são utilizados, por 2 metros de largura.

As armas atualmente utilizadas nos duelos são o florete, a espada e o sabre.

1) Florete: É uma arma bastante leve e pequena (mede aproximadamente 90 centímetros), por isso é uma das mais populares entre os esgrimistas, tornando-a bastante indicada para aprendizes;

2) Espada: É uma arma bastante dura e que pode atingir todo o corpo do adversário. Por isso, o esgrimista deve se posicionar mais verticalmente, o que faz da espada um instrumento mais apropriado às pessoas mais altas;

3) Sabre: É a mais flexível das três armas, por isso exige uma luta muito ágil. A preparação física do atleta com o sabre deve ser bastante intensa, uma vez que o duelo com o sabre exige muita rapidez. O toque no adversário, com esse instrumento, pode ser feito com a ponta ou com o corte.

As roupas utilizadas para a prática são brancas, acompanhadas de luvas na mão que empunhará a arma, máscara protetora e colete protetor. No caso das mulheres, há um colete protetor especial para os seios.

Dentre os benefícios da prática da esgrima, pode-se listar: aumento da autoconfiança; desenvolvimento da criatividade; aumento da resistência muscular e força; desenvolvimento do raciocínio e estimulação de reflexos rápidos; aumento da concentração e do equilíbrio; desenvolvimento da coordenação de movimentos.



Comente: