Brasil terá CT de esqui aéreo apesar de acidente de Lais





O acidente sofrido por Lais Souza no fim de janeiro, que a mantém no hospital, sem movimentos do pescoço para baixo desde então, não atrapalhou os planos da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) de ter o seu centro de treinamento. Ele vai ser aberto no próximo dia 17, em São Roque (SP)

O CT vai ficar dentro do Ski Mountain Park, parque conhecido pelas suas pistas artificiais de esqui. Aberto em 1998, o local desde então tem sido base dos esportes de neve no Brasil. Diversos campeonatos nacionais de snowboard, por exemplo, aconteceram lá, com neve artificial.

Agora o projeto é mais ousado. Foi montado um centro de treinamento com três kickers (rampas) para a prática do esqui aéreo. O parque montou a estrutura civil, enquanto a CBDN comprou equipamentos como uma cama elástica, onde foi realizada a seletiva que apontou Lais e Josi Santos ( a outra atleta que acabou participando das Olimpíadas)  como escolhidas para tentar a vaga olímpica em Sochi.

Foi lá também que começaram os treinamentos, utilizando um colchão inflável, considerado dos maiores do mundo, com 40m² de face. Lais e Josi ensaiavam os saltos no kicker (só um dos três estavam prontos) e caiam sobre o colchão. A ideia da CBDN era que, depois de conquistarem a vaga para Sochi, elas continuassem treinando, por mais quatro anos, para ir aos Jogos de 2018 com expectativas melhores de resultado. Nesse tempo, novas atletas seriam formadas.



Comente: