Voleibol: erros mais comuns na cortada





O ataque é um dos fundamentos com mais detalhes no vôlei. Características como movimentos alternados, força, salto, velocidade e flexibilidade estão combinadas dentro desse fundamento, que tem por objetivo marcar o ponto na quadra adversária.
Existem diferentes tipos de ataques, a seguir mostraremos alguns que podem ser utilizados em treinamentos:
  • Ataque cortada: é um dos mais utilizados do vôlei. Nele, o jogador acerta a bola com força, com o objetivo de adicionar velocidade à bola, que deve chegar com força e velocidade na quadra oponente.
  • Ataque de fundo: é aquele que não é realizado pelos jogadores das posições 2-4, ou seja, é feito por quem não está ocupando a rede.
  • Ataque diagonal: é caracterizado pela trajetória da bola, em relação às linhas laterais da quadra.
  • Ataque bloqueio: é realizado quando durante uma defesa de bloqueio o jogador consegue direcionar a bola para a quadra adversária realizando uma jogada ofensiva.
  • Ataque sem força: nele, o atleta reduz a força ao acertar a bola, com o objetivo de desacelerar a bola e deixar a sua trajetória incerta, confundindo o adversário.
  • Ataque largada: quando o atleta não adiciona muita força ao golpe, mas procura, estrategicamente, direcionar a bola para um lugar vazio da quadra adversária.

Passo a passo para realizar um ataque cortada

  1. realize um passo em direção à bola, um segundo passo para ajustar a posição e um terceiro passo aumentando a amplitude para realizar o movimento;
  2. mantenha os pés em paralelo, salte flexionando os joelhos, com o tronco levemente inclinado à frente e os braços estendidos;
  3. mantenha à frente, durante o salto, o pé contrário à mão que cortará a bola;
  4. transfira o apoio do corpo do calcanhar para a ponta dos pés, estenda os joelhos e jogue os braços para cima;
  5. lance um braço em direção à bola, tentando sempre alcançá-la em seu ponto mais alto;
  6. encoste-se à bola com a palma da mão e ponta dos dedos, realizando o ataque com força para a direção desejada.

Erros mais comuns no ataque 

  • não coordenar a passada, perdendo o tempo da jogada;
  • realizar o ataque muito próximo a rede;
  • não flexionar as pernas de maneira suficiente durante o salto;
  • não estender totalmente as pernas durante o ataque;
  • manter os braços flexionados durante o ataque;
  • não golpear a bola em seu ponto mais alto.

Se você trabalha com crianças ou adolescentes e lida com Voleibol, não pode deixa de conhecer o "TOP 100 VOLEIBOL".  Clique aqui


Comente: