A evolução da Natação Desportiva





A natação hoje é considerada um dos esportes que mais traz benefícios a saúde não só das crianças, mas também em todas as outras faixas etárias, pois o auxilia na prevenção de doenças cardiorrespiratórias, problemas posturais entre outros. No entanto, quando a criança com a faixa etária de três a seis anos, é estimulada a prática da natação, deve ser ministrada recreativamente, porque nesta fase ela amplia seus aspectos sensório-perceptivo e sensório-motor globais, que propicia um desenvolvimento integral da mesma. Tudo isso vai fazer com que a criança perceba seu próprio corpo, a nível motor e cognitivo

Ao longo do tempo, ela teve evolução para o esporte que temos hoje. Saiba mais sobre isso vendo o que cada estilo evoluiu.

1.      Nado Crawl

É uma técnica de natação e também uma disciplina olímpica, sendo o estilo mais utilizado e mais rápido.

Nesse estilo, os braços se movimentam alternadamente e as pernas para cima e para baixo, e o nadador se mantém de barriga para baixo. No princípio o crawl utilizava diversas vezes o mesmo braço, o que cansava o nadador e dava pouca velocidade ao nado, apenas em 1906 que o crawl foi aperfeiçoado e passou a ser realizado em braçadas alternadas e com movimento vertical das pernas.

2.      Nado Costas

É um dos estilos que pode ser utilizado em competições desportivas de natação, e caracteriza-se pela posição do nadador de costas para o fundo da piscina, batida rápida de pernas e braçadas alternadas.

Não se sabe ao certo quando o homem começou a nadar de costas, porém, em 1974 Oronzio de Bernardi descreveu um estilo com braçadas de costas. Somente a partir de 1912 que os nadadores começaram a praticar o nado com mais velocidade.

Na natação de costas o competidor fica de barriga para cima e as pernas têm muito mais importância do que no crawl.

3.      Nado Borboleta

O estilo borboleta, também conhecido como golfinho ou mariposa, é um estilo de natação relativamente novo. Historicamente nasceu do nado clássico (peito), evoluiu para o nado borboleta, e então para o nado golfinho, com ondulação do corpo e movimentos simultâneos verticais das pernas. Em competição as provas no Brasil são chamadas de borboleta. O nado borboleta assemelha-se ao crawl, com a diferença que as pernas e braços se mexem ao mesmo tempo, e não alternadamente.

4.      Nado Peito

O nado peito é o mais antigo dos estilos de natação. No século XVI já havia uma maneira de nadar com os movimentos dos braços parecidos com o estilo atual. Naquele período, no entanto, os pés ainda eram batidos alternadamente, sendo assim a origem do nado peito.

Essa modalidade encontrou, e ainda encontra muitos adeptos como sendo o estilo verdadeiramente científico para o ensino.

5.      Medley

É uma forma de competição que junta os quatro estilos de natação. Se for uma disputa individual a ordem é borboleta, costas, peito e crawl. No caso de uma equipe, cada um dos quatro nadadores faz um estilo, na seguinte ordem costas, peito, borboleta e crawl. Cada nado dele estar em conformidade com as regras para o estilo, bem como as passagens de um estilo para o outro.

O TOP 100 Natação vai te ajudar a dar aulas de Natação. Esse guia online traz atividades de recreação aquática, ensino dos quatro nados (borboleta, costas, peito e crawl), aulas completas e dicas para variações de exercícios. Clique aqui e saiba mais!



Comente: